Manaus, 25 de julho de 2024

Nesta terça-feira (10) o líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, disse que o país não estava envolvido no ataque do Hamas a Israel, mas elogiou a ofensiva que deixou mais de 900 mortos.

“Os apoiadores do regime sionista e alguns desse regime usurpador disseram algumas bobagens nestes últimos dias de que a República Islâmica do Irã estava por detrás deste ato. Eles estão enganados”, disse ele.

“Aqueles que dizem que os atos dos palestinos provêm de não-palestinos não têm uma verdadeira compreensão do povo palestino e fazem cálculos errados”, acrescentou.

A escala e sofisticação da incursão do Hamas em Israel no sábado levantou questões sobre se o grupo militante poderia ter feito isso sozinho.

O vice-conselheiro de Segurança Nacional dos Estados Unidos, Jon Finer, disse que não há “informações diretas” que liguem estes ataques ao Irã neste momento, mas que os EUA acreditam que o Irã é “amplamente cúmplice” dos ataques do Hamas em Israel.

Foto: AP Photo