Manaus, 21 de julho de 2024

Manter a constância da atividade física é o primeiro passo para conseguir amenizar os sintomas da condição mental.

A ansiedade é um problema de saúde global e há várias formas ligadas à saúde do físico para lidar com os sintomas deste transtorno. Entre as muitas possibilidades de se contornar os sintomas, está a adoção de atividades físicas na rotina diária. O ideal é que a pessoa com ansiedade escolha a prática que possa adotar mais facilmente. Mas como fazer essa escolha?

As aulas que envolvem um controle da respiração, como pilates, yoga e alongamento, são fundamentais. Elas melhoram a concentração e dão consciência corporal. Por outro lado, as aulas de dança, artes marciais e spinning também podem ajudar a baixar o nível de ansiedade uma vez que requerem muita concentração e permitem que a mente se esvazie e se ligue naquele momento”, diz a gerente operacional de ginástica da rede de academias Evoque, Regiane Queiroz.

“Não faça nada que possa aumentar os quadros de ansiedade e estresse. Se nunca realizou uma atividade física, comece por uma caminhada leve, aumente gradativamente ou quem sabe recorra aos passeios de bicicleta para ir se habituando”, acrescenta Regiane. Mudanças na alimentação e no hábito de sono também são importantes para o controle do quadro.

via Metrópoles