Manaus, 25 de julho de 2024

Uma educadora física identificada como Tatiane Barbosa usou suas redes sociais para denunciar o companheiro, que não teve sua identidade revelada, mas que seria delegado da Polícia Civil do Amazonas, o acusando dos crimes de agressão doméstica e psicológica durante seu relacionamento.

A vítima informou que as agressões começaram quando ela flagrou mensagens de outras mulheres nas redes sociais e depois disso ele mudou. A mulher informou que sofria relacionamento abusivo e que sempre o suposto delegado tentava fazer como se ele fosse a “vítima”.

Tatiane disse ainda que o agressor cuspiu no seu rosto em uma das discussões, além de jogar bebidas na vítima e xingar palavras terríveis durante as brigas. Após tudo acontecer, o agressor começou a espalhar para amigos próximos que a vítima tentou tirar sua vida.

Veja o relato no perfil da denunciante: https://www.instagram.com/tati_barbosa1/