Manaus, 20 de julho de 2024

Na segunda-feira (16), um deslizamento de terra impactou uma parte crucial do porto de Manicoré, localizado no interior do Amazonas. Apesar do susto generalizado, não foram registradas vítimas ou feridos.

O fenômeno das “terras caídas” tem sido observado em várias cidades do Amazonas, devido à severa seca que afeta a região. Um dos casos mais graves ocorreu em Beruri, onde duas pessoas perderam a vida quando uma vila “desapareceu do mapa” após um deslizamento de barranco.

Em Manicoré, o problema não poupou a orla da cidade, afetando gravemente uma de suas ruas. De acordo com informações da prefeitura, o deslizamento resultou em extensas rachaduras na área, comprometendo significativamente a região.

Imagens compartilhadas nas redes sociais revelam uma imensa rachadura que corta a orla da cidade, aumentando a preocupação entre os moradores.

Para garantir a segurança das famílias em áreas de risco, a Defesa Civil Municipal e o Corpo de Bombeiros coordenaram a retirada de algumas delas. As famílias foram alojadas em uma escola do município, buscando resguardá-las das ameaças decorrentes do deslizamento.

Em setembro, a cidade já havia enfrentado um deslizamento de terra que soterrou casas no bairro Dom Bosco. Naquela ocasião, a administração municipal anunciou a solicitação de recursos ao Governo do Estado com o objetivo de prevenir futuros desastres semelhantes.