Manaus, 23 de julho de 2024

O Dia Mundial do Doador de Sangue é comemorado nesta sexta-feira, 14/06. A data foi criada por iniciativa da Organização Mundial da Saúde (OMS), em 2014, e o dia escolhido é uma homenagem ao nascimento de Karl Landsteiner (14 de junho de 1868 – 26 de junho de 1943), um imunologista austríaco que descobriu o fator Rh e várias diferenças entre os diversos tipos sanguíneos. Além desta data, este mês de junho foi escolhido para a realização da campanha Junho Vermelho, que visa conscientizar sobre a doação voluntária de sangue.

A Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas (Hemoam), em parceria com os bumbás Caprichoso e Garantido, lançou a campanha de doação de sangue “Junho Azul e Vermelho – Uma doação caprichosa pode garantir a vida de alguém”.

(Foto:Arthur Castro/Secom)

A campanha foi lançada durante um ‘pocket show’ dos bumbás, no auditório do Hemoam. Pela primeira vez no Amazonas, o mês da doação de sangue, no âmbito estadual, também recebeu a cor azul, para incentivar e mobilizar as duas nações de bumbás parintinense.

O lançamento da campanha contou com a participação das torcidas oficiais, batucada, marujada, músicos, dançarinos e os bois Caprichoso e Garantido.

“Garantido é amor, é coração, então a galera do Garantido está convocada para vir aqui ao Hemoam fazer a sua doação e salvar vidas e a galera do nosso boi vai mostrar sua força e ganhar essa competição”, garantiu o artista do boi encarnado e branco Leonardo Castelo.

(Foto:Arthur Castro/Secom)

“Esse momento é muito importante para que possamos nos sensibilizar e manter o Hemoam abastecido de sangue, se o sangue for azul é ainda melhor, então,  galera azul, venha ser campeã também na doação de sangue”, convocou o artista azulado Edilson Santana.

Disputa

Para participar da campanha o doador deve comparecer ao Hemoam com documentos oficiais e informar, durante o cadastro na recepção, para qual campanha deseja doar: Caprichoso ou Garantido.

Após o registro, o doador pode prosseguir normalmente para as etapas de doação e sangue.

A campanha segue durante todo o mês de junho e o resultado para saber qual galera doou mais será divulgado após o Festival de Parintins nos meios oficiais do Hemoam e na imprensa.

Quem pode doar?

Doar sangue é simples, rápido e seguro. Os principais requisitos são:

    • Estar saudável.

    • Ter entre 16 e 69 anos (desde que a primeira doação tenha sido feita até os 60 anos).

    • Menores de idade devem estar acompanhados de um dos pais.

    • Pesar no mínimo 50 kg.

    • Trazer um documento oficial com foto.

    • Ter dormido no mínimo 6 horas.

    • Não estar em jejum (evitar leite, derivados do leite e alimentos gordurosos; pode-se tomar café preto, comer pão com geleia ou mel e uma fruta).

Saiba mais sobre os requisitos para doar sangue no site: www.shhsjc.com.br.

Como saber o tipo de sangue e qual é o mais necessário para a doação de sangue?

A pessoa pode realizar um teste de tipagem sanguínea, que é simples, rápido e pode ser solicitado por um médico. Após a doação de sangue, também é possível saber o tipo sanguíneo. Os tipos de sangue são classificados pelo sistema ABO (A, B, AB, O) e pelo fator Rh (positivo ou negativo).

O tipo de sangue mais necessário pode variar de acordo com a região e a demanda. No entanto, o tipo O- é frequentemente o mais necessário, pois é considerado doador universal e pode ser transfundido em pacientes de qualquer tipo sanguíneo, sendo usado em situações emergenciais. O tipo O+ também é bastante necessário, por ser o mais transfundido”.

Entretanto, Pontes esclarece que existem várias restrições e critérios para garantir a segurança tanto do doador quanto do receptor. “Quem fez tatuagem, por exemplo, deve esperar 6 meses para doar. Alguns medicamentos, vacinas, cirurgias e procedimentos impedem a doação temporariamente.

Para esclarecer dúvidas, o candidato à doação deve entrar em contato com o hemocentro mais próximo de sua localidade.