Manaus, 25 de julho de 2024

A Série C do Campeonato Brasileiro 2023 é nossa! É do Amazonas Futebol Clube e é do estado do Amazonas. No segundo jogo da decisão, a Onça-pintada foi até Santa Catarina, venceu o Brusque por 2 a 1, de virada, neste domingo (22/10), em pleno estádio Augusto Bauer, e conquistou o título inédito da terceira divisão nacional. Guilherme Queiróz abriu o placar para o Quadricolor, mas Diego Torres e Sassá marcaram os gols da virada da equipe amazonense.

Na história

Agora campeão da terceira divisão nacional, o Amazonas FC fechou, com chave de ouro, uma temporada histórica, que começou com a conquista do Campeonato Amazonense e passou pela conquista do acesso à Série B, logo na primeira participação na Série C. De quebra, a Onça-pintada ainda se tornou o primeiro clube amazonense campeão brasileiro, em toda história. Tudo isso, com apenas quatro anos de existência.

O jogo

O Brusque abriu o placar logo no início do jogo. Ainda aos nove minutos, Dentinho foi acionado dentro da área e finalizou, a bola bateu na mão de Patric e a árbitra assinalou pênalti. O artilheiro quadricolor Guilherme Queiróz foi para a cobrança e deslocou Edson Mardden para abrir o placar na decisão, aos 11 minutos.

Após o gol, o Quadricolor ainda teve chances de ampliar a vantagem, enquanto o Amazonas tinha dificuldades de pressionar. Porém, quando a partida caminhava para a vitória parcial do Brusque no intervalo, já aos 44 minutos do primeiro tempo, o Amazonas buscou o empate. Ítalo cobrou falta rápida para Rafael Tavares, que acionou Bolt dentro da área, o camisa 7 dominou e rolou para Diego Torres, que, de direita, mandou no canto de Matheus Nogueira para deixar tudo igual no Augusto Bauer.

Confiante após o empate no fim da primeira etapa, o Amazonas voltou do intervalo melhor. Ainda aos sete minutos do segundo tempo, Diego Torres cobrou falta na direção do gol e a bola explodiu no travessão de Matheus Nogueira.

E se no primeiro tempo, o Brusque abriu o placar aos 11 minutos, após o intervalo, a Onça-pintada precisou do mesmo período de tempo para virar a partida. Patric recebeu pela direita e cruzou na primeira trava, onde Bolt desviou para Sassá dominar e tocar na saída de Matheus Nogueira para colocar o 2 a 1 no placar.

Pela primeira vez atrás no placar, a equipe da casa partiu pra cima. Aos 18 minutos, após bola afastada, Alex Ruan emendou uma bomba de canhota e Edson Mardden voou para fazer uma bela defesa e salvar a Onça. A pressão quadricolor continuou até o último apito da árbitra Edina Alves e não surtiu efeito. Fim de jogo e Amazonas FC campeão.

Fotos: Léo Piva/CBF