Manaus, 20 de julho de 2024

O trabalho conjunto das Forças de Segurança do Amazonas resultou na redução de 26% em roubos de veículos em Manaus, no primeiro trimestre deste ano, em comparação com o ano anterior. A forte atuação da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (DERFV) aliada com o Cerco Inteligente de Videomonitoramento, o “Paredão”, contribuíram para a queda significativa desses índices.
Para o secretário de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), coronel Vinícius Almeida, o uso da tecnologia é um aliado nas ações de prevenção e resolução de crises. “Aumentamos o número de câmeras de monitoramento em todas as zonas da capital. Saímos de 500 para mais de 600 câmeras, o que nos permite acompanhar toda e qualquer movimentação que venha a acontecer de um possível ato ilícito”, analisou.

Conforme o delegado Rodrigo Barreto, titular da DERFV, esse bom desempenho é resultado da ação conjunta das Forças de Segurança do Amazonas, tendo a Polícia Judiciária com a parte investigativa e a Polícia Militar nas ruas com as ações preventivas, ambas aliadas à tecnologia, como o “Paredão”, que auxilia os trabalhos.

Mais resultados

A DERFV também teve excelentes resultados ao longo de 2023, sendo contabilizadas a recuperação de 233 veículos provenientes de roubos e furtos, 88 prisões entre flagrantes e cumprimento a mandados, além do aumento de 155% na quantidade de inquéritos policiais com autoria definida remetidos ao Poder Judiciário.
“Implantamos na DERFV atuações específicas em oficinas de motocicletas, tendo em vista que motocicleta é o veículo mais subtraído e objeto de furto.

Elas são desmanchadas, adulteradas e levadas para o interior do estado. Realizamos operações em alguns municípios, além do trabalho investigativo do dia a dia”, destacou o delegado.

Segundo Rodrigo Barreto, a atuação da unidade policial especializada foi ampliada e agora também investiga adulteração em veículos, receptação, apropriação indébita e estelionato envolvendo locadoras.
A autoridade policial conta que houve um crescimento significativo de estelionato e a apropriação indébita onde as vítimas são pessoas físicas, que locam veículos, e pessoas jurídicas, as locadoras.

Orientação

A autoridade policial orienta que as pessoas tenham cautela ao comprar veículos, principalmente pelas redes sociais. Geralmente, os indivíduos subtraem carros ou motocicletas e os adulteram. Posteriormente, colocam uma terceira pessoa para vendê-los por preços abaixo do valor de mercado.
“Esse veículo na maioria das vezes é roubado ou furtado, ele pode até ter uma documentação, mas é falsa ou corresponde a um veículo diferente com placa clonada”, relatou Barreto.

O delegado afirma que é importante as pessoas evitarem se contentar com essa documentação, e sugere comprar carro ou moto diretamente com o proprietário ou em uma loja, pois caso a pessoa tenha algum problema, haverá um suporte.

“A pessoa também evita correr o risco de perder seu investimento com veículo proveniente de crime, bem como responder posteriormente por receptação culposa, dolosa ou por utilizar veículo adulterado”, ressaltou o titular.

Denúncias e registro de BO

A Polícia Civil orienta à população que tenha conhecimento sobre roubo, furto, desmanche de veículos ou oficinas clandestinas, que ligue para o número 181, disque-denúncia da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), para efetivar a denúncia de forma totalmente anônima.

É possível registrar Boletim de Ocorrência (BO) em qualquer delegacia ou diretamente na DERFV, que está situada na rua Adelaide Carraro, conjunto Vista Bela, bairro Planalto, zona centro-oeste, e funciona em regime de 24 horas, recebendo denúncias relacionadas a veículos.

“De imediato é colocada a restrição no veículo roubado ou furtado e comunicado o fato ao Cerco Eletrônico para monitoramento. Com isso, qualquer viatura que estiver circulando em Manaus poderá abordar e apreender o veículo, e com isso temos uma resposta mais rápida”, finalizou.

FOTOS: Erlon Rodrigues e Divulgação/PC-AM.

Com informações da acessória