Manaus, 20 de julho de 2024

O Outubro Rosa é uma campanha de grande importância que marca o mês dedicado à conscientização sobre o câncer de mama. Seu objetivo primordial é alertar a sociedade sobre a prevenção, diagnóstico e tratamento da doença. No entanto, além das questões médicas, essa iniciativa também levanta discussões sobre os desafios emocionais associados ao câncer de mama, desafios esses que muitas mulheres enfrentam em sua jornada contra a doença.

De acordo com a médica ginecologista Luana Ariadne Gomes, do Hospital Edmundo Vasconcelos, em São Paulo, as principais dificuldades enfrentadas pelas mulheres em relação ao câncer de mama incluem o diagnóstico tardio, a falta de acesso a cuidados médicos adequados, bem como os desafios emocionais e psicológicos associados à doença, além das questões relacionadas à qualidade de vida durante e após o tratamento.

A Dra. Luana enfatiza que a realização de exames periódicos é fundamental para a identificação precoce do câncer de mama. Ela ressalta que o autoexame é importante, mas não substitui os exames clínicos e as mamografias. A frequência ideal desses exames depende da idade e do histórico de saúde, sendo recomendado um autoexame mensal a partir dos 20 anos e mamografias de rastreamento a partir dos 40 anos.

Além da importância dos exames médicos, o Outubro Rosa destaca a necessidade de apoio emocional e psicológico às mulheres que enfrentam o câncer de mama. A conscientização contínua sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce deve ser promovida durante todo o ano, visando melhorar a saúde das mulheres e reduzir a incidência e mortalidade por câncer de mama.

A ginecologista também enfatiza a importância de ficar atenta aos sinais e sintomas que podem indicar a presença do câncer de mama, como a presença de um nódulo no seio, alterações na sua forma ou tamanho, dor persistente, secreção mamilar anormal, pele avermelhada ou descamada na mama, entre outros. Existem vários tipos de câncer de mama, com diferentes velocidades de desenvolvimento, e alguns fatores, como histórico familiar, idade e predisposição genética, podem contribuir para o aparecimento da doença.

No entanto, a mensagem fundamental do Outubro Rosa é que, na maioria dos casos, quando tratados adequadamente e em tempo oportuno, o câncer de mama apresenta bom prognóstico. Portanto, é essencial manter-se em dia com os exames de prevenção e, se necessário, procurar um médico para esclarecer dúvidas e receber o devido suporte. O Outubro Rosa não apenas chama a atenção para a importância do diagnóstico precoce, mas também para o bem-estar emocional das mulheres que enfrentam essa batalha.