Manaus, 23 de julho de 2024

Policiais civis do 1° Distrito Integrado de Polícia (DIP) deflagraram operação na quinta-feira (07/12), que resultou nas prisões de Gabriela Carolina Sousa, 33; Honaila Anielle de Figueiredo Oyama, 30; e Luiz Eduardo Vieira Souza, 29, pelo crime de estelionato envolvendo uma empresa de locação de veículos. Foram desviados cerca de R$ 300 mil do estabelecimento.

De acordo com o delegado Cícero Túlio, titular do 1° DIP, a equipe policial tomou conhecimento do fato criminoso após denúncias da empresa, informando que a diretora financeira Gabriela Carolina Sousa estaria se utilizando de subterfúgios para desviar recursos da locadora de veículos.

Delegado Cícero Túlio, titular do 1° DIP, em coletiva. (Foto: Lyandra Peres/PC-AM)

“A empresa tinha que realizar pagamentos a diversos prestadores de serviços e fornecedores, e no momento em que esses boletos eram emitidos pelos prestadores de serviços e encaminhados à empresa, Gabriela adulterava o código de barras deles, fazendo com que o pagamento caísse na própria conta bancária dela”, explicou o delegado.

Conforme o delegado, a equipe policial passou a investigar o fato há cerca de dois meses, após a empresa realizar um balanço financeiro e constatar um desfalque de aproximadamente R$ 300 mil.

“As investigações apontaram que após receber os valores, Gabriela direcionava parte desses pagamentos para as contas bancárias do primo dela, o odontólogo Luiz Eduardo, e a esposa dele, Honaila Anielle”, relatou.

Ainda segundo o titular do 1° DIP, a mulher alegou informalmente que passava, a título de comissão, para os demais, entre R$ 600 a R$ 2 mil por cada boleto transferido para conta deles. Inclusive, falou que eles pretendiam montar clínicas odontológicas em outras zonas da cidade. Gabriela também comprou veículos e celulares de alto padrão com o dinheiro desviado.

Prisões

Gabriela foi presa na própria empresa, no momento em que estava trabalhando. Já Luiz Eduardo, em uma clínica odontológica na zona leste, e a esposa dele, em uma casa no bairro Cidade Nova, zona norte.

Procedimentos

Gabriela, Luiz Eduardo e Honaila Anielle responderão por estelionato, associação criminosa, furto qualificado e falsa identidade ideológica. Todos ficarão à disposição da Justiça.