Manaus, 25 de julho de 2024

A Prefeitura de Manaus lançou o curso de “Elaboração de Projetos Culturais para Captação de Recursos”, com foco na Lei Paulo Gustavo, com a presença numerosa de artistas, produtores e demais fazedores de cultura, nesta quarta-feira, 19/7, no Casarão da Inovação Cassina, no centro histórico. As vagas serão disponibilizadas para a classe artística manauara das zonas urbana, rural e ribeirinha.

O curso é dirigido a 650 participantes e é preparatório para os editais da Lei Paulo Gustavo. A ação é uma iniciativa da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult) e do Conselho Municipal de Cultura (Concultura), com a participação do Sebrae/AM, e visa qualificar os artistas para que se capacitem a participar de forma efetiva e com sucesso dos editais culturais.

O diretor-presidente da Manauscult, Osvaldo Cardoso, ressaltou que as 650 vagas disponibilizadas seguem a orientação do prefeito David Almeida de tornar a cultura uma atividade permanente.

“A orientação é fazer ações que sejam perenes, nada passageiro, acima de tudo deixar um legado, formar e capacitar artistas para elaborar projetos e atuar nos mais variados tipos de eventos culturais locais”, pontuou Cardoso.

Para o presidente do Concultura, Tenório Telles, o esforço da gestão David Almeida tem sido de consolidar uma política cultural tornando Manaus uma cidade credenciada a fazer parte do Sistema Nacional de Cultura (SNC), com a elaboração do Plano Municipal de Cultura e a lei de incentivo, fortalecendo o conselho, com membros atuantes.

“Quero pedir aos artistas que continuem nos ajudando nesse processo da Paulo Gustavo, a exemplo das oitivas e consultas públicas”, solicitou e destacou Telles, quanto à realização das oficinas de formação, para os fazedores de cultura, que serão determinantes para que os artistas possam construir bons projetos, consistentes e tecnicamente bem elaborados.

“A Lei Paulo Gustavo é uma oportunidade para os nossos criadores, pois marca a retomada da vida cultural em Manaus, oportunizando o acesso a possibilidades de emprego e renda para os nossos produtores de cultura. É um momento histórico o lançamento dessa parceria prefeitura e Sebrae, pois as 650 vagas de formação em elaboração de projetos terão impacto positivo na vida dos artistas manauenses e contribuirão para o aprimoramento artístico e profissional dos participantes”, finalizou.

O vice-presidente do Concultura, Neilo Batista, saudou os artistas e a imprensa presentes no lançamento, validando a relevância do evento e projeto de formação de empreendedorismo cultural.

“Desde o início da gestão atual, tivemos a preocupação de capacitar os artistas e fazedores de cultura, tornando-os autossuficientes e se libertando dos atravessadores da cultura”, destacou.

A diretora-presidente do Sebrae-AM, Ananda Pessoa, comentou que essa parceria é muito importante porque o conceito de economia criativa e solidária, une o talento e o empreendimento.

“O artista é um empreendedor. Estamos felizes pela parceria com a Prefeitura de Manaus por meio do Concultura e Manauscult, para formarmos esses empreendedores da arte, treinando para aprimorar seus projetos, e terem mais oportunidade através da Lei Paulo Gustavo e outros editais, e terem mais chance de ver seus projetos aprovados, dentro desse mercado que é tão bonito e importante, além de gerar muita renda”.

A dançarina e gestora cultural, Verlene Mesquita, da escola Luzeiros Cultura e Arte, do bairro Coroado, zona Leste, afirmou que o curso ajuda os artistas a fazerem corretamente seus projetos e equiparados com os de outros estados.

“Nós, querendo ou não, precisamos sempre de uma reciclagem. Então o valor de estudar é para evoluir, pois quando a gente faz alguns projetos, às vezes achamos que criou-se uma receita de bolo, e projeto não é uma receita. Os projetos, eles requerem e tem a necessidade de atualizações”.

Inscrições

O link para inscrições está à disposição dos interessados no site da Manauscult e Sebrae-AM, acessando am.loja.sebrae.com.br. O cronograma das atividades terá inicialmente seis turmas programadas em três, no período de 24 a 27 de julho, na sede do Sebrae-AM, no Centro, e mais três turmas na sede do Sebrae-AM do bairro Aleixo, zona Centro-Sul, nos três turnos. As próximas turmas serão formadas de forma a atender os artistas de todas as zonas da cidade e áreas ribeirinhas.

— — —

Texto – Cristóvão Nonato / Manauscult

Fotos – Clóvis Miranda / Semcom