Manaus, 23 de julho de 2024

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), realizou mais uma ação da campanha de sensibilização e combate às queimadas urbanas, neste sábado, 19/8, com a 2ª blitz “Manaus Sem Fumaça 2023″.

A segunda ação – dessa fase da campanha de combate às queimadas urbanas – foi realizada nas proximidades do porto da Ceasa, localizado na avenida Ministro Mário Andreazza, 913, Vila Buriti, zona Sul de Manaus. A blitz foi coordenada pela Divisão de Educação Ambiental da Semmas.

De acordo com o secretário da Semmas, Antonio Stroski, as ações da campanha de combate às queimadas urbanas, que tiveram início no dia 1° de junho, na abertura do ‘Junho Verde’, continuam para reforçar ainda mais que a população precisa abolir com a velha prática das queimadas para se livrar dos resíduos.

“Hoje, sábado, nós continuamos com a campanha “Manaus Sem Fumaça”, um programa da administração do prefeito David Almeida, iniciado em 2021. É compromisso nosso com a qualidade do ar, com a qualidade de vida da população de Manaus, porque nós não queremos que as pessoas continuem com aquela prática de que a melhor forma de se livrar dos resíduos, da vegetação do quintal das suas casas é por meio do uso do fogo. Vamos abolir isso, vamos acabar com essa prática”, disse  Stroski.

As ações de combate às queimadas urbanas têm principalmente o compromisso com a qualidade de vida das pessoas e com as questões das mudanças climáticas. Todos os sábados, os servidores da secretaria estarão em algum ponto estratégico da cidade realizando a blitz “Manaus Sem Fumaça 2023”.

“Lembrando que no fim de semana passado estivemos na ponte Rio Negro, nós estamos agora aqui no porto da Ceasa. Nós vamos ter também a continuidade na zona Leste, na zona Norte e nas outras vias de acesso da cidade de Manaus. O que também nós queremos é que a nossa mensagem alcance a zona rural de Manaus, porque têm muitas pessoas também que têm que repensar a prática do uso do fogo no preparo do solo na atividade agrícola”, reforçou Stroski.

Na 2ª blitz “Manaus Sem Fumaça”, também teve a doação de 800 mudas de plantas medicinais, ornamentais, frutíferas e arbóreas, como parte do Programa Manaus Verde, o qual estimula o protagonismo da população na arborização da cidade.

Carlos Queiroz, um dos moradores da área, recebeu orientações sobre as queimadas urbanas. Ele conta que tinha ido à feira, acabou se deparando com a ação e recebeu sua plantinha. Carlos acha importante essa campanha e disse que a população precisa ter uma conduta ecologicamente correta.

“Eu vim à feira e acabei tendo essa grata satisfação de receber. É importante esse tipo de campanha, porque hoje em dia não se pode viver longe de uma conscientização exemplar em meio ambiente. A Amazônia é o foco, é uma região que todos os olhos se voltam a ela e nada melhor do que você tratar bem a Amazônia. Além de estar em voga esse nome, nós temos a questão do meio ambiente voltado ao turismo”, ressaltou o morador.

A dona de casa Malane Figueira foi outra moradora que também aproveitou o sábado para pegar sua plantinha na ação da Semmas. Para ela, esse tipo de campanha é importante em nossa cidade, porque ajuda a amenizar o calor de Manaus.

“É importante para o meio ambiente e para diminuir mais as queimadas que estão tendo muito em Manaus. Eu recebi orientação aqui para o combate às queimadas e peguei a minha plantinha. Essa ação vai amenizar o nosso calor”, disse a dona de casa.

Além das blitze realizadas aos sábados em pontos estratégicos da capital, as ações de sensibilização sobre o combate às queimadas urbanas ocorrem às quartas-feiras, durante a distribuição itinerante de mudas, que são realizadas em um bairro e zona distinta de Manaus. Além disso, a equipe da Divisão de Educação Ambiental da Semmas percorre empresas e instituições que procuram o órgão ambiental.

Blitz

As blitze “Manaus Sem Fumaça 2023” ocorrem em pontos estratégicos da cidade e nas zonas onde a Semmas recebe mais denúncias por conta de queimadas. Para o mês de agosto, estão programadas mais duas blitze nos bairros Educandos e Centro. O calendário para setembro será divulgado na última ação do mês de agosto.

Denúncias

A Semmas recebeu, no primeiro semestre de 2023, setenta denúncias relacionadas às queimadas urbanas. Em julho, foram 15 denúncias. O mês que o órgão ambiental do município mais recebeu denúncias foi o de abril, com 24 registros.

A população pode fazer denúncia, caso presencie a queima de resíduos ou de vegetação, ligando imediatamente para o Corpo de Bombeiros (193), informando o endereço do local; fazendo registros fotográficos e de vídeos e denunciando nos canais da Semmas (92) 98842-2161 (whatsapp) ou no e-mail [email protected], anexando as mídias e informando o endereço, dia e horário da ocorrência.

— — —

Texto – Taiana Castro e Keynes Breves / Semmas

Fotos – Phil Limma /Semcom