Manaus, 14 de julho de 2024

A seca dos rios no Amazonas entra em novo cenário com o começo do fenômeno “repiquete” no Rio Negro, em Manaus, na quarta-feira (08/11). Um dos fenômenos típicos do regime das águas na Amazônia, em uma nova fase com o início do fenômeno. De acordo com dados do Porto de Manaus, o nível do rio atinge 13,20 metros hoje, ligeiramente abaixo dos 13,22 metros registrados na terça-feira.

Esse fenômeno é um indicativo das variações complexas que ocorrem nos cursos d’água da Amazônia e impacta diretamente a vida das comunidades locais. O “repiquete” representa uma mudança temporária no declínio do nível do rio, mas a situação geral ainda demanda atenção devido aos desafios associados à estiagem prolongada.

Repiquete no Rio Negro

O “repiquete” é quando as águas dos rios sobem devido às chuvas, principalmente no fim do período de estiagem e pode ser confundido com o início do período de cheias. No entanto, devido ao fenômeno, o nível volta a baixar logo em seguida.

Fenômeno é mostrado em tabela do Porto de Manaus – Foto: Reprodução/Porto de Manaus