Manaus, 21 de julho de 2024
  • Manaus/AM – Dois cabos da Polícia Militar, identificados como Leilson Vasconcelos de Oliveira e Júnior de Almeida Auzier, foram presos na última segunda-feira (26), suspeitos de roubarem uma caminhão que transportava uma carga de areia.

O crime ocorreu em 17 de fevereiro deste ano e contou ainda com a participação de outros dois policiais militares, o cabo Bruno Cezanne Pereira, e o sargento Luiz Fernando Malafaia de Oliveira, que estão foragidos.

Segundo a Polícia Civil, no dia da ação, o sargento, o cabo e um terceiro homem, ainda não identificado, interceptaram o caminhão, no entorno da Bola da Suframa, na zona sul, renderam o motorista e o ajudante e os colocaram dentro de um carro modelo Prisma, que já tinha sido usado em vários outros roubos em Manaus.

Em seguida, o carro foi abordado por uma viatura descaracterizada, mas o motorista e o ajudante não foram levados para a delegacia para prestar depoimento e registrar o roubo, como seria o procedimento de praxe.

Ao contrário, as vítimas foram levadas até o outro lado da Ponte Rio Negro e abandonadas no local. A carga nunca desapareceu e os investigadores acreditam que ela foi roubada por conter algum tipo de material ilícito (drogas ou minério ilegal) misturado entre a areia.

Leilson e Júnior foram presos na última segunda-feira ao se apresentarem com advogados na delegacia após a PC deflagrar a Operação Areia Movediça.

Bruno e Luiz, porém, foram procurados em suas casas nessa terça-feira (27), mas haviam fugido.A polícia acredita que informações sobre a operação foram vazadas.

Fonte: Portal do Holanda