Manaus, 21 de julho de 2024

Os mergulhadores do Corpo de Bombeiros localizaram o corpo de uma cozinheira de 54 anos, vítima do naufrágio de um empurrador no Rio Solimões, interior do Amazonas, na tarde quarta-feira (15).

Os outros tripulantes do empurrador conseguiram nadar até a margem do rio, enquanto a mulher desapareceu após a cozinha do rebocador afundar, resultado do impacto com um tronco de árvore que causou a quebra parcial da estrutura da embarcação.

A Companhia de Navegação da Amazônia (CNA) emitiu uma nota de pesar, lamentando profundamente o falecimento da funcionária da embarcação.

Naufrágio

O acidente aconteceu durante a manhã de quarta-feira (15). Uma lancha ajudou no resgate de parte das vítimas. Outras nadaram até a margem do rio.

A tripulação do empurrador informou que eles bateram no tronco de uma árvore, o que ocasionou a quebra do “gigante” do rebocador, que é parte que os une nas balsas.

Na hora que quebrou, o rebocador acabou virando e os tripulantes caíram no rio.