Manaus, 20 de julho de 2024

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio do 1° Distrito Integrado de Polícia (DIP), com apoio do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM), prendeu em flagrante, na quinta-feira (16/11), três indivíduos por tráfico de drogas e associação para o tráfico e apreendeu 40 quilos de cocaína, avaliados em R$ 750 mil.

Os presos foram identificados como Adriane de Souza Silva, Thiago Araújo de Vasconcelos e Willian Rodrigues da Silva. De acordo com o delegado Cícero Túlio, titular do 1°DIP, a apreensão e as prisões são frutos de um trabalho de monitoramento constante realizado pelo 1° DIP, que já conseguiu tirar um quantitativo expressivo de drogas.

Delegado Cícero Túlio, titular do 1° Distrito Integrado de Polícia (DIP). (Foto: Erlon Rodrigues/PC-AM)

“Durante as investigações, recebemos a informação a respeito de uma embarcação que estaria vindo de Tabatinga (a 1.108 quilômetros de Manaus) e seria entregue nas margens do Rio Negro, no entorno da Feira da Banana, bairro Centro, zona sul. Diante disso, fizemos campana no local e visualizamos cinco indivíduos realizando a transferência das drogas entre embarcações”, contou.

Conforme o titular, no momento da abordagem, houve uma intensa troca de tiros entre os policiais civis e os infratores, sendo que duas pessoas delas conseguiram fugir por meio fluvial.

“Os indivíduos jogaram as drogas no rio e, neste momento, contamos com colaboração dos mergulhadores do Corpo de Bombeiros para encontrar os entorpecentes. Foi possível coletar 40 quilos de cocaína, avaliados em R$ 750 mil”, falou.

Tenente Daniel Araújo, comandante do Pelotão Fluvial do Corpo de Bombeiro. (Foto: Erlon Rodrigues/PC-AM)

Conforme o tenente Daniel Araújo, comandante do Pelotão Fluvial do Corpo de Bombeiro, o trabalho em conjunto entre o efetivo das instituições foi essencial para o resultado positivo das investigações.

“Os infratores escondem as drogas no rio, pensando que não serão localizados, no entanto o Governo do Estado conta com mergulhadores capacitados para atuar neste tipo de situação”, disse.

Procedimentos

Adriane de Souza, Thiago Araújo e Willian Rodrigues responderão por tráfico de drogas e associação para o tráfico e ficarão à disposição da Justiça.